A Maldade

E a Maldade Como surgiu?

Satanás exercendo a prática suprema da maldade
Isaías 14.12-15: Como caíste do Céu, Lúcifer, você que debilitava as nações foi arrancado do seu lugar jogado na Terra; porque imaginou: “vou subir bem alto no Céu, dominarei todos os anjos sentado no trono mais importante: serei semelhante ao Altíssimo”. Em lugar disso irás para o inferno. Lucas 10.18: Jesus diz: “Eu vi Satanás como raio cair do Céu”. Apocalipse 12.7-9: Então houve guerra no Céu. Miguel e os anjos de Deus lutaram contra o drago, chamado diabo contra seus exércitos de anjos caídos chamados demônios. O Diabo foi vencido ele e seus anjos malignos não puderam mais ficar no Céu. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada Diabo, Satanás que engana o mundo levando as pessoas a fazer maldades e violências. Ele foi jogado sobre a terra, e seus anjos nocivos vieram juntos. Exultai ó Céus Apocalipse 12.12: e todos vocês que vivem neles, alegrem-se. Ai, dos que habitam na terra e no mar! Pois o Diabo desceu até vocês e ele está muito furioso porque sabe que tem pouco tempo para agir. Assim surgiu a maldade, a iniquidade e tudo que dela procede; inicialmente provocou a ruína de parte dos anjos de Deus e a seguir a decadência dos homens quando estes lhe deram abrigo terrestre, aceitando fazer parte da inclinação para o que é mal. O ódio é o oposto do Amor. E porque vive o Diabo manifesta-se assim a maldade o ódio as injustiças e toda forma de tendências para o mal que acontecem. De Satanás procede a depravação em todas suas formas nocivas parte integrante de sua natureza, personalidade de suas qualidades. Dele nasceu o que a humanidade entende perplexa da questão perversidade e suas consequências. Nesse conflito celestial teve início o mal e todos os seres, toda a criação narrados no Livro de Gênesis ficaram envolvidos nisso e de algum modo se corrompendo. A revolta de Satanás produziu divisão na lealdade dos anjos, em que um terço de todos os seres angelicais adorou Satanás conforme se lê Apocalipse 12.4: cativos pelo poder do Diabo desobedecendo a Deus. Considerando os sinistros acontecimentos divulgados pelo rádio, pela TV pela imprensa com seus noticiários dia-a-dia de mortes terror violência, não podemos deixar de convencer-nos de que uma “inteligência-mestra e maligna” está operando neste mundo em luta, não só contra Deus, mas contra tudo que é justo e bom. Enquanto os homens falam de Paz preparam-se para a Guerra! Planejando um mundo sem crimes a ilegalidade a corrupção progridem. Enquanto pesquisam meios de banir a morte, surgem novas doenças e problemas. Bem disse outro dia o “pensador”: Há hoje a operar no mundo uma realidade diabólica. Em muitos círculos, pelo modo de pensar, julgam, emitem opiniões, eliminando a ideia da existência do Diabo. Muitos creem que este poder exista apenas nos pensamentos de pessoas sendo superstições da Idade Média. A Bíblia fala das realidades existentes: 2 Coríntios 4.4: 1 João 5.19: deste poder trabalhando no mundo. Muitas pessoas tratam de ignorar o Diabo mas ele não deixa de apresentar sua crueldade em sua manifestação feroz contra pessoas João 10.10: matar roubar destruir: ele saca duma arma? Não. Influencia pessoas a fazer João 8.44: tem o poder de sugerir, “dar uma força” seduzindo às pessoas Tiago 1.14: a praticarem a maldade que elas desejam fazer. A mentira tornou-se prática bem aceita por autoridades por setores da vida humana João 18.38: Pra que Verdade? Se a mentira esconde satisfazendo. A mentira satisfaz a Verdade? Mas ao que assistimos?

Como funciona a maldade?
Mateus 24.12: ... “devido ao aumento da maldade”...
O amor de muitos desaparecerá. O Diabo e seus demônios estão agindo por toda Terra sob permissão humana, trabalhando de modo contínuo por seus escravos, “mulas”, que lhe dão guarida Mateus 12.43-45: refúgio em seus corpos humanos: proteção; “senta-te fica no meu abrigo conta comigo que estarei aqui”; de imediato uma resposta maligna: Mateus 4.8-9: por você ser servo fiel lhe darei proteção habilidades riquezas. Aos nossos dias sucedem-se acontecimentos inesperados que surpreendem todos, maldades sem limites, ficamos espantados pela tamanha crueldade atingindo o homem a natureza e todas as realidades criadas por Deus. Satanás por ser espírito ninguém o assiste pondo em prática o seu mal que arrasa, destrói, aflige, devasta a humanidade: seu modo de agir é no “silencioso” fazendo a vontade humana. Romanos 1.18-32: Assim uma pessoa Torna-se instrumento permissivo para prática de obras malignas. Assim funciona o maligno no mundo Efésios 2.2: através duma pessoa não havendo sinais exteriores “físicos” de sua presença. Tudo o que está ao redor no Universo fazendo parte do dia-a-dia das pessoas o Diabo está perturbando, influenciando a destruir, roubar, matar. Encorajar pessoas a matar outra pessoa faz parte de seu ofício. Ele vai aproveitar todos os momentos favoráveis, oportunidades que os homens permitem por negligência, falta de cuidado, naquela omissão a seus deveres por preguiça, imperícia, incompetência e demais “razões” que levam um homem a desconsiderar o que sabe ou deveria saber a respeito de sua conduta naquela situação; e disso se tem aproveitado o maligno: desastres, incêndios, desgraças e todos os tipos de adversidades humanas, que numa condição desfavorável, permitem ação dos demônios de plantão, de ocasião para o infortúnio nos homens fazerem acontecer. Romanos 3.9-20: Medite. Demônios cada vez mais atuantes satisfazendo a vontade pervertida de seres humanos, aproveitando o que lhe é favorável, tirando vantagem do que é oferecido naquele determinado momento; a humanidade percebe esse agir? Entende o agir da maldade? Poucas pessoas são perceptíveis à Vida Espiritual não entendendo pelo espírito deles serem criaturas espirituais passíveis de dominação espiritual. Só entendem, quando muito, serem eles mesmos os atingidos pela ação maligna. É o diabo 1 Tessalonicenses 3.5: quem vai tentar o homem de todas as maneiras possíveis, não aparecendo ele por seu próprio desejo: “vou tentar aquela pessoa”: Não. Tiago 1.14: Cada pessoa é tentada pelos demônios quando se deixa ser atraída por eles, por sua maldade manifesta, trazendo o caos sobre si mesmo. Como dizem: “Ah, sim essas coisas só acontecem com os outros, e como os outros não é a gente, “dar de ombros” é o sinal delas, demonstrando não estarem preocupadas com os acontecimentos, não se importando com a existência da maldade no Dia após dia”: “o que acontece é com os outros não é a com a gente”. Assim como é verdade que para cada indivíduo foi designado uma anjo guardião, assim também cada pessoa conta com um demônio que a acompanha; esse ser é a sua própria natureza maligna tornada visível pela prática do mal. O homem faz-se de vítima deixando a maldade apresentar-se diante de si, orientando, servindo de apoio a seus desejos malignos. Salmos 34.7: O Anjo do Senhor cerca com sua proteção e livra quem ama a Deus. Lucas 8.27: Estava possuído por demônios faz muito tempo.

O Diabo Buscando Oportunidades
Efésios 4.27: Não Deis Espaço pro Diabo



Efésios 4.26.32: não deixe a ira, a raiva, fúria, rancor, durar muito tempo. Cada uma dessas palavras ira raiva rancor fúria ódio diz respeito a demônios agindo. Ei, é dessa forma que eles operam neste mundo terreno. Entendeu! O Senhor Deus logo a seguir no versículo 27 diz: Não deis espaço lugar em sua vida ao Diabo. Consultou a Bíblia? Esses espíritos malignos são movidos pelas atitudes pelas ações das pessoas: “ele agiu por instinto sem refletir as consequências” é o tal “vou a forra”. Em 1 Pedro 5.8: “... Sede sóbrios; vigiai; porque o Diabo vosso adversário, anda em derredor buscando alguém pra destruir, fazendo destruir...”. Sóbrio? Diz-se duma pessoa moderada prudente controlada. A ira ódio fúria diz dum estado emocional que leva uma pessoa a um descontrole “raivoso”: fora de sua paz. E aí aparecem os servos de Satanás prontos pra “providenciar um ajuda” à prática do mal. Vigiai? Observar atentamente suas atitudes, conduta. A maneira de falar dá a conhecer o ódio interior duma pessoa, sua intenção de “não deixar barato o que aconteceu”: repetidas reações podem estar manifestando uma violência a ser praticada: “vias de fato” contra alguém. A situação pode ficar fora de controle e cada caso apresentará seu desfecho. Habacuque 1.3: Porque tanta maldade? Pois que a destruição e a violência estão diante de mim havendo homens que dão a vida por discussão e uma briga! O que se vê no dia-a-dia. “Diabo vosso adversário”? Enganador. Inimigo de Deus e dos seres humanos, tendo poder sobre pessoas quando estas lhe dão permissão de atuarem em suas vidas. Saiba disto: 1 João 5.18-19: Jesus nos defende e o Diabo não pode nos atingir: somos protegidos por Deus: mas as pessoas devem entender que o mundo ao nosso derredor está debaixo do poder maligno de Satanás.

O Diabo buscando oportunidades.
Mateus 26.41: O espírito está pronto, mas a carne é fraca.
Tentação? Estímulo à maldade, ao erro, impulso a uma perversidade já manifesta naquela situação em que se encontra uma pessoa; naquele caso que comenta e que torna claro querer fazer dele uma realidade. Mateus 15.18-19: o homem pronuncia palavras perversas de seu interior, de seu espírito, alguns têm o desejo de matar, roubar, destruir, praticar o adultério, a mentira, a calúnia e tudo mais que alguém se diz capaz na prática de sua maldade. Pessoas de espiritualidade baixa, inferior, insensíveis, cegas e obstinadas em que o juízo afasta-se dela repentinamente, deixando-lhe as sós com sua crueldade, nada do que faz lhe é compreensível: não há uma objeção ou julgamento interior: tornou-se uma pessoa alucinada, não possuindo um desenvolvimento espiritual adequado para tornar nula o que o mal lhe quer fazer. Quantas pessoas se tornam desleais, cruéis por falta Oséias 4.6.a: do conhecimento espiritual? Por instinto natural o homem odeia a maldade que é do maligno, amando o Bem; é a tendência da alma humana que num primeiro momento da “razão” aceita o que é bom, lícito e recomendável, mas a alma estando subjugada, oprimida, afastada de Deus, fica sujeita ao maligno, inclinada para maldade. Romanos 7.15: Não me compreendo de modo algum, pois realmente quero fazer o que é correto, porém não consigo; e faço, sim, aquilo que eu não quero aquilo que eu odeio

. “... a carne é fraca...”. Não se diz que o homem é maligno; o que existe nele é uma fraqueza em sua natureza humana, na sua carne, que é sujeita à corrupção espiritual; sujeita à ação maligna, que só se resolve com o desenvolvimento espiritual adequado, com o espírito do homem voltado para Deus, para a presença de Cristo e de seu Espírito Santo; pela vigilância 1 Pedro 5.8: pela oração Lucas 22.40: Quantos são derrotados por causa de sua negligência espiritual? Estarmos vigilantes contra os ataques de Satanás, nosso inimigo espiritual se faz necessário. Mas se um homem manifesta desejos malignos, demônios atentos aparecem. Mateus 26.41: Portanto fiquem atentos e orem a Deus, de outro modo a tentação vencerá vocês. O espírito humano na verdade está disposto a resistir, mas a natureza humana é fraca. O homem pode e deve chamar a Deus Mateus 6.13: orar e espiritualmente resistir aos demônios, eles terão que se afastar: entretanto, Lucas 11.24- 26: ficarão à espera de uma nova oportunidade, duma recaída espiritual; tornando aquela pessoa dar os motivos à maldade, eles aparecem, todo cuidado é pouco; serão muitos espíritos malignos capacitados, preparados, já conhecendo aquela pessoa cientes de suas fraquezas. Tiago 1.14: Entenda: Porque as pessoas são tentadas são atraídas e enganadas pelos seus próprios desejos de fazer maldade, seduzidas por meio de armadilhas preparadas por demônios, iludidas pra fazer “justiça” pelas próprias mãos! Os demônios ajudam, atraem com falsas promessas: “pode fazer vai dar certo ninguém vai descobrir” dizem eles. Entenda: esses pensamentos que vêm à mente humana são sugestões de espíritos malignos no ambiente criado ao “redor” das pessoas quando elas têm a intenção de finalizar a maldade que planejou, aí o Diabo envolve, conspira na sua mente participando das decisões tomadas Lucas 22.3: de agir de influenciar, sendo instrumento dele para a prática da maldade. Demônios são espíritos enviados por Satanás para destruir e matar, por isso Deus nos avisa em João 10.10.b: de tal situação: o homem deve entender que os espíritos malignos estão disponíveis para influenciá-los à pratica da maldade: daquilo que não é correto.
A Maldade que não quero, Faço!
ROMANOS 7.15-18:
“Natureza Humana X Espiritual”
Romanos 7.18: O maligno não encontra dificuldades em usar o homem exterior, o corpo humano, para cooperar consigo. O “eu” o homem interior humano, seu espírito, está do lado do bem, ao lado de Deus, mas a natureza física se tornou um “reino” do qual um poder estranho exerce domínio, não conseguindo o homem resistir a essa tirania por si mesmo. Uma Realidade Espiritual. “... o querer ao que é certo está em mim, mas o efetuá-lo não está...”. Não consigo realizar o bem. Quero sim, mas não consigo. Portanto, preciso da ajuda de Deus, quem resolve. Romanos 7.15-17: Até agora não entendo, pois deveria ter feito o que era certo naquele assunto, naquela minha questão: deveria ter perdoado desculpado, esquecido a ofensa: fiz o que era errado - aquilo que eu odiava ver os outros fazer – fiz! Porque não consegui? Tomei a atitude de fazer exatamente o que não queria fazer e que (hoje?) odeio ter feito: revidar com a maldade. Não entendo o que fiz e porque fiz! Por que não tive capacidade para compreender que revidar não daria certo? Vingar aquela agressão com outra maior? Eu (?) sabia perfeitamente no meu íntimo que estava agindo errado: o meu espírito me condenava, no entanto não tive atitude de evitar: estava furioso, enlouquecido: espíritos de raiva e ódio subjugaram-me e me diziam que “eu” estava fazendo a coisa certa – foi uma desgraça aceitar a dominação deles. Não era eu que estava fazendo. Não entendia Efésios 6.12: que estava lutando contra hostes espirituais da maldade, o diabo e seus demônios; a falta do conhecimento espiritual para esses fatos foi terrível; não tive noção de coisa alguma. De entender também que aqueles espíritos malignos tinham-se apossado daquela pessoa, estávamos em idêntica situação. O maligno e o seu modo de agir foi mais forte nos obrigando a fazer o que nós não queríamos. E fizemos. A Palavra de Deus ajusta-se para todo comportamento inadequado praticado pelas pessoas: o escrito grifado em amarelo é como exemplo, não importando o que seja. Tantas pessoas permitindo-se à maldade em suas vidas terrenas sem se darem conta disso!...Depois... O arrependimento: não queria fazer! Porque não escutei Isaías 30.21: aquela voz que me dizia “o caminho certo é este ande nele”. Por quê? Hoje entendo, compreendo. Perdão Meu Deus. Romanos 7.18-23: Porque sei que em mim, na minha carne, não habita bem algum: com efeito, o querer está em mim, (no espírito) mas não consigo realizar o bem, o que é certo. Porque não faço o bem que quero, mas a maldade que não quero, essa faço. Se eu faço o que não quero, já não sou eu que faço, mas a maldade que habita em mim. Acho então esta lei em mim: que quando quero fazer o bem, o mal a maldade está comigo. Porque segundo o homem interior tenho prazer na Lei de Deus, vendo nos meus membros outra lei que batalha contra a lei do meu entendimento. Gálatas 5.16-17: Andemos pelo Espírito de Deus e não cumpriremos a vontade da carne. Porque nós por natureza gostamos de fazer as coisas ruins que são justamente o oposto das coisas que o Espírito Santo nos manda fazer. E as coisas boas que desejamos fazer quando o Espírito de Deus nos domina são justamente o contrário dos nossos desejos naturais. Estas duas forças dentro de nós estão lutando constantemente uma contra a outra, a fim de ganharem o domínio sobre nós, e os nossos desejos nunca estão livres de suas pressões. Medite a respeito.

A Maldade Confirma sua Presença!

1 João 5.19.b: Nas esquinas do mundo.

Todas as pessoas que vivem neste mundo estão expostas a uma violência sem fim: A Vida está significando muito pouco: está valendo o que? 1 João 5.19.b: A maldade confirma sua presença em qualquer esquina do mundo. João Ubaldo Ribeiro escreveu no Jornal O Estado de São Paulo 26 de agosto de 2012. “Matando com eficácia”. “A vida cada vez vale menos como se vê a todo instante”. “No Mundo, não vale nada, ou quase nada; na prática o que vemos é gente agonizando abandonada nos hospitais e mortes violentas por todos os lados”. “E mesmo onde matar não é tão fácil e não há impunidade, eliminar gente continua sendo uma atividade prioritária em boa parte do mundo e há quem faça disso o grande objetivo de sua existência”. “Um carro-bomba ou um avião explodido ali, um massacre acolá, um genocídio noutro lugar”. “Ninguém, com exceção dos atingidos dá muita importância a notícias sobre esse tipo de ocorrência, é tudo estatística”. “Dezenas de mortos, centenas de feridos, centenas de mortos, milhares de feridos, acaba tudo misturado e esquecido”. “Matamos nossos semelhantes e frequentemente consideramos nobres os motivos”. João 10.10: matar roubar destruir virou lugar comum. “Matar coisa trivial morrer normal faz parte desde que não me atinja”. A Palavra de Deus nos faz saber que estamos participando 2 Timóteo 3.1-4: daqueles últimos tempos, nossos dias presentes, difíceis e trabalhosos pra todas as pessoas. Observamos crueldades sem limites uma sociedade em silêncio para o amor, sem dar ouvidos aos pedidos de socorro que se fazem ouvir por todos os lugares: indiferença o espírito dominante: “se comportou com indiferença diante da tragédia que poderia de alguma forma socorrer, revelando desamor, desprezo, frieza”.

Como Funciona a Maldade?

Romanos 1.29-31: Os caminhos da Maldade

Não se dão conta que estão sendo usados pela perversidade, pela injustiça, permitem-se a crimes de mortes, brigas, mentiras; suas vidas ficaram cheias de toda a espécie de maldade, ódio; alucinados cegos não se dão conta do seu modo de agir, inventando maneiras de fazer o que é mal, não têm amor por ninguém, são indiferentes, não há compaixão pelos outros, e muitas pessoas aprovam os que eles fazem concordando com as maldades que eles praticam.

Provérbios 6.16.18: Essas coisas são condenáveis por Deus: mãos que matam gente inocente, mentes que só pensam em fazer maldades; mentiras planejadas para prejudicar pessoas e espalhar o ódio entre elas. Efésios 6.12: Porque não temos de lutar contra pessoas de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo, espíritos malignos do mundo invisível; contra os príncipes das trevas deste século, hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais. Mas: Quem são esses seres satânicos hostes espirituais da maldade? Daisy Osborn de acordo com a Palavra de Deus, diz: Há dois poderes (espirituais) travando combate com os homens. João 10.10: A intenção de Satanás é roubar matar destruir; Cristo compareceu a este mundo com a intenção de dar Vida Eterna Vida completa às pessoas que o aceitarem: pra isto foi enviado. 1 João 3.8: Quem comete maldade é do Diabo; porque Satanás é um ser pervertido. Para isso Jesus Cristo manifestou-se no mundo: para desfazer as obras do Diabo.

Como acontecem no nosso mundo as obras do Diabo?

Pelos seus servos espíritos chamados demônios. Mas, eu não os vejo como eles podem agir? Demônios são pessoas espirituais, não possuem corpo: perversos como seu pai o Diabo, odiáveis destruidores. Espíritos de demônios são pessoas conhecidas em razão de suas funções de sua influência maligna junto à humanidade. Demônios são espíritos que não têm corpo para habitar. Nós, seres humanos, somos espíritos com corpos. Eu, você, temos um corpo, mas somos espíritos. Eu, meu espírito, habito meu corpo. Eu, meu espirito, me comunico me revelo às pessoas através das faculdades do meu corpo físico. Todas as demais pessoas podem ver meu corpo, mas não podem ver-me, porque o verdadeiro EU que sou, sou um espírito morando dentro do meu corpo: e todos os seres humanos são assim, idênticos. 2 Coríntios 4.16: Meu corpo é apenas a casa em que eu, meu espírito, habito. Demônios são espíritos malignos sem corpo para se manifestar nesse mundo. Eles procuram um meio para se expressarem, mas não conseguem antes de possuírem um corpo humano: entenda: é um espírito maligno enviado por Satanás para destruir roubar matar; toda maldade praticada no mundo eles estão presentes. Mateus 4.24: E tantas Pessoas são dominadas por demônios!

Salmos 51.9-15: Faz desaparecer minhas maldades; não retires de mim o Teu Espírito Santo, mantenha-me em desejo de ser-lhe obediente; Ajude-me a ensinar Tuas Leis e eles voltarão a Ti; Senhor Meu Deus ponha as Palavras certas na minha boca e eu te louvarei; coloque no meu espírito a Tua Sabedoria.

Os caminhos da Maldade

Como acontecem no mundo as obras do Diabo?

Mateus 12.43: Vou procurar alguém que permita minha presença! Aí encontrando uma pessoa cujo espírito está afastado da presença de Deus, vai buscar outros espíritos malignos piores do que ele e todos entram no homem habitando no seu ser, morando nele, fazendo parte de sua vida. Essa pessoa, possuída por demônios será influenciada a praticar todo tipo de maldade, dependendo do seu querer, da sua intenção de praticar algo errado. É disto que falamos. Satanás? O deus deste mundo conforme Jesus diz em 2 Coríntios 4.4: é autor de nossas misérias tristezas, nossas doenças e dores e da própria morte. É o governante de todos espíritos de demônios, das hostes espirituais malignas. Seu propósito e desejo principal é destruir a Vida Humana produzindo danos e prejuízos à humanidade. João 8.44: Entendimento Espiritual necessário. Deus nos avisa dessas realidades espirituais. Há pessoas que se permitem trabalhar para o Diabo satisfazendo seus desejos, num relacionamento (espiritual) de pai e filho; alguns têm conhecimento donde estão se metendo oferecendo sua alma ao Coisa Ruim em troca de talento de habilidades de fama de prestígio Mateus 4.8-11: fazendo todo o tipo de pacto com o Diabo aceitando suas ofertas deixando-o participar de sua vida; outros agem pelo instinto, pelo desejo de sua própria natureza maligna, possuindo a natureza mesma do Diabo, sentindo prazer em realizar tendo a vontade de fazer maldades, chamando para junto de si um especialista do próprio mal, um (s) demônio (s) para dar fim às suas ações pervertidas, daquilo que deseja: matar roubar destruir mentir perturbar. Satanás é a própria essência da perversão, da iniquidade, da violência urbana, da brutalidade. A banda de rock Rolling Stones nos dá um exemplo de como se dá esse pacto nos mostrando pela música de autoria deles “Simpatia pelo Diabo” em que dizem:

Simpatia pelo Diabo

Por gentileza me permita que me apresente. Sou um homem de fortuna e requinte. Estou por aí já faz alguns anos. Roubei as almas e a fé de muitos homens. “E eu estava por perto quando Jesus Cristo Teve seu momento de duvida e dor”. Fiz a maldita questão de garantir que Pilatos lavasse suas mãos e selasse seu destino. Assisti com orgulho enquanto seus reis e rainhas lutaram por dez décadas pelos deuses que eles criaram. Prazer em lhe servir. Espero que adivinhem o meu nome. Mas o que lhes confunde É a natureza do meu jogo. Assim como todo policial é um criminoso. Todos os pecadores Santos. Como cara é coroa. Basta me chamar de Lúcifer. Pois estou precisando de alguma restrição. Então se me conhecer Tenha alguma delicadeza Tenha a simpatia e algum requinte Use toda sua educação bem aprendida, Ou deitarei sua alma para apodrecer. Prazer em lhe conhecer. (Sou Diabo)

No mundo as obras do Diabo!

Lucas 4.33: Pelas pessoas dominadas por demônios

O crime noticiado do Cinegrafista

Verdades Espirituais ocorridas naquela manifestação.

E dizia o maligno: Tenha medo não, tá um tumulto geral, ninguém vai vê vocês, tenho permissão de aparecer, de orientar, não me estranhe; pelo que eles fazem estão presentes para fazer e ver como a minha maldade funciona, todo mundo sabe o início o meio e o fim das manifestações; veja o caos, o quebra - quebra tá tudo conforme todos querem, o enredo é o de sempre! Vamos agir, façam isso, combinem entre vocês como vai ser e ninguém vai notar, já perceberam que não somos notados? Somos muitos a trabalhar para a perturbação, isso é bom pra todos e há quem tire vantagens, se atingir alguém tá na conta, faz parte do propósito da manifestação, faz parte da desordem nas ruas, será parte das estatísticas: assim será lembrado. Salmos 7.14-16: Naquela manifestação a maldade desenvolveu um pacto maligno com algumas pessoas, os detalhes foram acertados, nas mãos as armas da agressão da morte anunciada. Naquele ato público existiam pessoas dominadas por demônios. Possessão Demoníaca ocorre quando um espirito maligno possui o corpo duma pessoa como um instrumento de sua maldade, perversidade: a pessoa passa a ter dentro de si mesmo outro ser que influencia a determinadas atitudes: sendo espíritos de demônios para a prática da maldade; concebendo na mente da pessoa a fazer a sua maldade tornar-se realidade: pra isso existem seres malignos. Então, pecado é a manifestação duma pessoa na pratica duma maldade. Ora, em 1 João 3.8.a: O Senhor Deus diz: quem pratica o pecado é do Diabo estando sob sua influência e orientação. O impresso em amarelo diz como funcionam essas realidades espirituais Lucas 4.33: e das suas consequências, no caso a noticiada que resultou na morte duma pessoa, do Cinegrafista.

Os caminhos da Maldade

O crime noticiado do Cinegrafista
Isaías 28.15: Fizeram aliança com demônios!

Pessoas fazem acordo com o inferno e se vendem ao Diabo para que ele os proteja; dizendo: quando terminar a “manifestação” não seremos identificados porque colocamos mentira por nosso refúgio e debaixo da falsidade escondemos. [email protected] Terrorismo: A violência chegou ao limite do suportável nessas manifestações. O desprezo pela vida humana está implícito na atitude irresponsável de atirar um “rojão” em direção a “adversários”, e qualquer pessoa normal sabe que não é possível soltar um artefato com esse teor de destruição numa manifestação blica sem ocorrer risco de matar alguém, como aconteceu no caso trágico do cinegrafista. Para muitos consultar a Bíblia é como ler um livro “passatempo”, de histórias interessantes servindo de distração como que “um escritor” lá no passado imaginou, fazendo uso de palavras, frases, conceitos, de advertências de efeito moral. Um livro feito por um ser humano. É mais ou menos por ai. A Bíblia, para certas pessoas são compreendidas dessa forma e “tornou-se” um costume qualquer passando de geração a geração preservando esse tipo de comportamento. E assim o que está de advertências no Espiritual “são Palavras”: mentir roubar comer destruir matar falar não implica nas ações duma pessoa! palavras não têm suas consequências determinadas por suas definições conhecidas pelos homens! Não? As Palavras de Deus se tornaram decorativas para muitos. Ali em cima está escrito:

“Desculpa aí, mas daqui a pouco a gente volta!” Eles têm voltado? Sim.

Todos sabem disso. Mas, Quando o Senhor adverte em Isaías 59.3-7: Certas pessoas têm as mãos manchadas de sangue os dedos sujos de crimes contando mentiras dizendo coisas que não prestam; correm para fazer o que é errado e se apressam para matar pessoas inocentes, pensam somente em maltratar os outros e, por onde passam deixam a destruição e a desgraça. Isto que Deus nos diz foi o que aconteceu? Num determinado momento da Vida as pessoas entendem o Viver Humano não compreendendo que vem do Espiritual. É o tal costume humano de entender somente aquilo que seus sentidos “humanos” lhe respondem.

Banalização do Mal

Romanos 3.15-16: Prontos Para Matar

lula branco [email protected] Retrato da Semana Veja Rio 19 de fevereiro 2014.

O que revelam os primeiros closes no rosto do jovem que diz ter acendido o rojão que matou o cinegrafista da Band? Que está arrependido? Com medo? Ou apenas mostram que, para ele, o que ele fez não signica nada vezes nada. Apareceu o rosto que faltava: Localizado o Moço confessou ter acendido o explosivo que matou o Câmera.Ele se disse arrependido e, em todas as fotos em que aparece, mostrase cabisbaixo, zonzo, tolo e, faz pensar em como o mal pode ser estupidamente banal, pois fez um estrago terrível, em que não tem tamanho a dor de uma família. O Mal provocado pelas mãos do Moço agora é um caso de polícia. Por que agiu assim? Em nome de que ou quem estava lá? É o que resta entender! “...vi que um rapaz deixou uma bomba cair, um negócio preto. Eu peguei e fiquei com ele na mão. Esse outro cara disse: passa pra mim que eu vou e jogo...” Banalização da Violência! “...alucinados que controlam as ruas...”. “...com violencia com requintes de crueldade...”. “...A liberdade de manifestação é um princípio fundamental na democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir, agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar o patrimônio público ou privado...” No Jornal O Globo 11.02.2014. A banalização da violência diz que, de tão comum, algo tão sério acabou virando algo rotineiro na humanidade. Mateus 24.12: a violência de tão comum não mais sensibiliza as pessoas, há uma indiferença ao mal que nos rodeia e nos “acostumamos” a todos os tipos de perversidade. Champlin a respeito diz: A desumanidade do homem contra o homem é espantosa incrível. Os maiores heróis das páginas da história são aqueles que conseguiram exterminar o maior número de pessoas; conquistar pela violência, criar o sofrimento mais intenso, o derramar mais sangue. As novelas, cinema, televisão tem como um dos seus temas centrais a brutal violência. 1 João 3.10: Vivemos à sombra da morte da deslealdade que se arrasta suave escondida nas trevas; o mal caminhando na penumbra, entre sombras, para de repente acontecer, sem aviso sem licença se aproximando das pessoas com sua maldade declarada.

Hebreus 2.14: Hey, a maldade não pede licença pra matar se tem permissão!

Pacto com demônios traz Desgraças:

Provérbios 22.8: É você perdeu!

Charge é uma ilustração humorística que envolve a caricatura de um ou mais personagens, feita com o objetivo de satirizar algum acontecimento da atualidade. A sátira ao lado diz bem. O demônio fez o que tinha de fazer; o Moço aceitou e arrependeu-se? “Você me permitiu”! Ah!você não conhecia Efésios 4.27: “que peninha” mas já foi feito, o pacto foi cumprido, se entenda com suas leis humanas: não fizestes juízo do que querias?

O que era do espiritual, no que me coube, fiz. Tiago1.14: Pessoas naquele ato público tinham desejos mórbidos, maldades tramadas na alma, por fora gente de aparencia “normal. Tentação para praticar maldade não tem rosto, parte do íntimo: somos responsáveis elas maldades que nos dominam, do prazer em fazer o que é mal. Pensamentos dominam a alma. Provérbios 4.23: Devemos ter cuidado com nossos pensamentos, a vida duma pessoa é dirigida por eles: pensamentos dirigem a boca, os olhos, pés, as mãos, nossas vontades: portanto pense antes de fazer, depois vai que acontece escutar: Perdeu! A Charge apresenta duas pessoas: o demônio o Moço: na prática uma pessoa a sós consigo mesmo, arrependida, com seu remorso com sua luta interior. O Diabo que o fez agir é o diabo de sua vontade de fazer o mal. Toda pessoa tem tendências ao mal, demonstrada por suas atitudes, permissão facil para o malignoagir nas suas vontades, a presença maligna permitida lhe tira as chances de anular seus desejos, muito pelo contrário tal pessoa é incentivada à prática da sua própria maldade exposta. Aqueles moços com suas atitudes foram ao comício pra que? A maldade estava ao lado do homem dizendo “vai faz vai dar certo”. O Moço deu crédito à sua perversão: ele estava lá pra manifestá-la, ele fez acontecer, descobertos pagará pela desgraça.

Cada indivíduo tem um demônio que o acompanha parte de sua natureza maligna.